Detalhes sobre a Natureza dos ANJOS

6 de dezembro de 2019

Anjos4.redOuvimos com muita frequência, pessoas que têm dúvidas a respeito dos anjos. Nem sempre sabemos responder perguntas como: “Quanto tempo eles vivem? Qual é o poder que eles têm? O que eles têm de diferente dos homens? Um anjo pode se tornar visível e casar-se com alguém?”. Você pode ter muitas outras perguntas, mas esta é a sua oportunidade de esclarecer algumas delas. Leia atentamente e confira o que a Bíblia diz sobre estes assuntos:

1. ANJOS SÃO SERES CRIADOS POR DEUS

A Bíblia diz claramente que os anjos foram criados por Deus, em passagens como Sl 148:2,5: “Louvai-o todos os seus anjos; louvai-o todas as suas legiões celestes. Louvem o nome do Senhor, pois mandou ele, e foram criados. E também em Cl 1:16 “pois nele (em Cristo), foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele”.

“Quando foi” exatamente a criação dos Anjos, a Bíblia não deixou claro. Mas uma citação de Jó, parece indicar que os Anjos, chamados em algumas traduções por “filhos de Deus”, presenciaram pelo menos parte da Criação da terra. Como lemos em Jó 38:4-7: “Onde você estava quando lancei os alicerces da terra? Responda-me, se é que você sabe tanto. Quem marcou os limites das suas dimensões? Talvez você saiba! E quem estendeu sobre ela a linha de medir? E os fundamentos, sobre o que foram postos? E quem colocou sua pedra de esquina, enquanto as estrelas matutinas juntas cantavam e todos os anjos se regozijavam?” (NVI).

2. ANJOS SÃO SERES ESPIRITUAIS

O autor de Hebreus nos diz que os anjos são “espíritos ministradores” (Hb 1:14: “Os anjos não são, todos eles, espíritos ministradores enviados para servir aqueles que hão de herdar a salvação?” ). Os demônios, que são anjos caídos, também são constantemente chamados de “espíritos”. Confira em: Mt 8:16, Mt 12:45, Lc 7:21, Lc 8:2.

Jesus nos detalha que um espírito, não tem carne nem osso (Lc 24:39 “Vejam as minhas mãos e os meus pés. Sou eu mesmo! Toquem-me e vejam; um espírito não tem carne nem ossos, como vocês estão vendo que eu tenho”). Em outras duas passagens, Jesus também nos ensina  que os anjos não se casam, nem se dão em casamento:

  • Mt 22:30 “Na ressurreição, as pessoas não se casam nem são dadas em casamento; mas são como os anjos no céu” ;
  • Mc 12:25 “Quando os mortos ressuscitam, não se casam nem são dados em casamento, mas são como os anjos nos céus”.

Estas passagens inviabilizam uma antiga interpretação de Gn 6:2, onde os “filhos de Deus” ali mencionados, seriam anjos que possuíram sexualmente mulheres. Uma interpretação mais viável deste texto, é a de que “os filhos de Deus” eram descendentes de Sete, que até aquele acontecimento, tinham um bom conceito de parte de Deus.

3. DIFERENÇAS ENTRE ANJOS E HOMENS
a) DEUS FEZ O HOMEM UM POUCO MENOR QUE OS ANJOS

A Bíblia em Hb 2:5-7, nos diz que Deus fez o homem “um pouco abaixo dos anjos” (em algumas traduções, aparece “um pouco menor que os anjos”). Isto não quer dizer que o Senhor menosprezou os homens, colocando-os como “seres de 2ª categoria”. Nada disso! O homem é tão importante que foi feito “à imagem e semelhança de Deus”, o que não aconteceu com nenhuma outra criatura. Ó que cremos que o texto quer dizer é que, embora a superioridade dos anjos em relação aos homens seja notória de muitas maneiras (como o seu poder e conhecimento), a Bíblia nos mostra que eles têm também suas limitações, como no que diz respeito a “entender com profundidade o que é pecar”. Eles sabem do que se trata, mas para entender plenamente, precisariam cair em pecado e se isso ocorresse, não seriam mais anjos de Deus e sim “demônios”.

b) NÃO PRECISAM DE SALVAÇÃO

Os anjos não precisam de salvação pela graça, através da fé, justamente por não terem pecado. Apesar de se alegrarem pela salvação dos homens (Lc 15:10). O apóstolo Pedro afirma em 1Pe 1:12, que os anjos anseiam por compreender mais, das coisas do Evangelho. Eles não têm uma compreensão total, por não terem experimentado pessoalmente a salvação. Seria o mesmo que alguém falar sobre o casamento, não sendo casado. A pessoa pode expressar ideias, mas sem a profundidade de ser casado.

c) NADA INDICA QUE O ESPÍRITO SANTO HABITE EM ANJOS

Os anjos não necessitam do auxílio do Espírito Santo, para tornarem-se santos, pois têm uma relação de obediência contínua a Ele. E se não fossem santos, não conseguiriam conviver na presença de Deus.

d) CONHECIMENTO, PODER E TEMPO DE VIDA

Os anjos são seres pessoais, dotados de inteligência e vontade. Em 2Sm 14:20, é mencionada a “sabedoria de um anjo” e no  v. 17, que o “anjo de Deus discerne entre o bem e o mal”. O conhecimento que eles têm é obviamente maior do que o dos homens, pois convivem com o próprio Deus, armazenando conhecimento de milhares de anos, não só da Terra, mas de todo o universo.

Por maior que seja o seu conhecimento, eles não sabem de todas as coisas, não são oniscientes pois esta característica, pertence só a Deus. Por exemplo, eles não sabem quando será a segunda vinda de Jesus (Mc 13:32).

Entretanto os anjos, provavelmente, sabem coisas a nosso respeito que não imaginaríamos que soubessem. Isso, devido a capacidade de não serem vistos e de lutarem a nosso favor, contra o Reino das Trevas, nas regiões celestes. Os anjos são nossos aliados e farão o possível para que preguemos o Evangelho, com toda autoridade e ousadia.

Os anjos desfrutam de um poder muito maior do que o dos homens, entretanto não são onipotentes. Paulo em 2Ts 1:7, refere-se aos “poderosos anjos de Deus”. Em Pedro lemos: “Os anjos, embora maiores em força e poder, não proferem contra elas (autoridades), juízo infame, na presença do Senhor” (2Pe 2:11). Nos Salmos, são chamados “valorosos em poder” (Sl 103:20). João nos diz em Ap 20:1-3, que um anjo virá do céu com uma grande corrente na mão, amarrará a Satanás e o lançará no abismo. Qual ser humano teria tanta força e poder?

Quanto ao seu tempo de vida, Lucas nos diz que os anjos não morrem (Lc 20:36). Isto determina uma existência milenar, mas não eterna. O eterno, não tem princípio, nem fim; os anjos tiveram princípio, pois foram criados.

e) VISÍVEIS OU INVISÍVEIS

A Bíblia assinala que os anjos, mais comumente, são invisíveis aos homens, pelo fato de serem espíritos (Hb 1:13-14). Entretanto, em muitas partes das Escrituras, encontramos anjos que se tornaram visíveis. Quando ocorre esta visibilidade, podem ter a aparência humana : em Gn 19:1-5: os anjos que aparecem em Sodoma, foram confundidos com homens; em At 1:10-11: os anjos são chamados de “varões vestidos de branco” –  as vestes brancas são características de anjos, conforme Jo 20:12. Mas, quando os anjos estão visíveis, há o relato de que os homens ficam assombrados e aturdidos com a magnitude de suas feições angelicais, por vezes brilhantes como relâmpago como em Mt 28:2-3. Daniel e João descrevem o esplendor dos anjos em passagens como Dn 10:5-11 e Ap 10:1.

f) ANJOS TEM ASAS?

Nem sempre os anjos são descritos como portadores de asas, principalmente quando utilizam uma aparência humana. Entretanto, tanto Serafins quanto Querubins são descritos com muitas asas, confira em  Is 6:2,6 e Ez 10:20-21. Mas Daniel relata em seu livro (Dn 9: 21), que o anjo que apareceu em sua visão, apesar de não ter asas podia voar.

g) OS ANJOS PODEM ATÉ MESMO COMER

Você sabia que os anjos podem comer? Quando os anjos apareceram a Abraão, este mandou preparar uma boa alimentação com pães e carne e os anjos não recusaram (Gn 18:1-8). Os anjos que apareceram à Ló em Sodoma, também comeram uma boa refeição (Gn 19:1-3). Certamente eles não precisam (como nós) do alimento para sobreviver. O ato de comerem com seres humanos, provavelmente é uma forma de “tranquilizar os homens” que estão em sua presença, demonstrando intenções pacíficas e de que aceitam a hospitalidade oferecida.

CONCLUINDO:

Os anjos, como nós, são criaturas de Deus. Foram dotados de uma natureza diferente da que os homens têm. Estes maravilhosos mensageiros, são um grande exemplo do amor de Deus, que fez seres assim para, entre tantas outras coisas, nos proteger e para nos servir, como nos diz em Hb 1:14. Agradeçamos a Deus por mais esta prova de amor.

Autor: Pr. Sergio Leoto

Você gostaria de levar Pr. Sergio e Psi. Magali Leoto à sua Igreja? Agende um trabalho para este ano! Informações: smleoto@uol.com.br e (11) 99957-0451 whatsapp.

Share Button

Deixe seu Comentário

Comentários

Comentários