Você tem dificuldades com a masturbação?

9 de junho de 2016

desejo4“Nove entre dez pessoas”, apresentam problemas com a masturbação em alguma época de suas vidas.

A Bíblia não diz nada especificamente sobre a masturbação. Não encontraremos um texto dizendo “Não masturbarás”. O que veremos são orientações de como lidar com nossos impulsos sexuais e como Deus trata o sexo. Foi o próprio Senhor quem criou o sexo. Ele nos deu para ser uma benção em nossas vidas.

A Palavra de Deus é o manual de instruções que o Criador nos deixou, com orientações para utilizarmos o sexo da melhor maneira. Quando compramos um aparelho eletrônico, ele vem com manual de instruções que devemos seguir. Por exemplo, se lá estiver escrito que o aparelho funciona em 110 volts e o colocamos em 220 volts, logo ele explodirá ou terá problemas em seu uso. Assim também acontece com o nosso aparelho sexual, quando não o usamos conforme o Criador orientou em seu manual de instruções (a Bíblia).

A sexualidade é um privilégio de todos nós. Temos os impulsos sexuais desde bebes. Quando criança, há a curiosidade e a descoberta do órgão sexual, que a leva a tocar a genitália para explorar o próprio corpo. Isto causa prazer e uma sensação boa. Mas não ocorre uma excitação erotizada, como acontece com um adolescente ou adulto, que já possui os hormônios sexuais e o entendimento do prazer sexual em si.

Chega a Adolescência e com ela os hormônios. Estes possibilitam a descoberta do prazer e o interesse pelo sexo. Há uma explosão emocional e torna-se difícil conter os impulsos, o que leva à prática da masturbação e das primeiras relações sexuais.

Quando usada como um “prazer solitário” esta prática nos solteiros, reflete uma forma de suprir suas carências afetivas e sexuais; já entre os casados, este “prazer isolado e particular” pode refletir alguma dificuldade no relacionamento sexual do casal. Quando a masturbação acontece no contexto do sexo conjugal, não é mais um “prazer solitário”, mas sim uma “carícia conjugal”.

O prazer sexual foi dado por Deus. Mas, quando ele é citado na Bíblia, a forma de desfrutá-lo é a dois: homem e mulher, no casamento e como celebração do amor de ambos (Pv 5:18-19). A masturbação vai em sentido contrário, é solitária, para autossatisfação e autorrealização. Tem como objetivo muitas vezes, suprir uma falta ou algo negativo que nos acontece. Quando Jesus manda que entremos no quarto e ali fiquemos em silêncio, é para orar e não outra coisa…

A prática da masturbação leva ao vício e à dificuldade de dominá-la. A Bíblia nos exorta a não deixarmos que nada nos controle: “Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine” (I Co 6:12). O homem viciado em masturbação, poderá ter dificuldades no relacionamento sexual com sua esposa. Acostumado a ter seu prazer rapidamente, poderá no futuro, ser a causa de ejaculação precoce, por exemplo. A mulher pode usar a masturbação como fuga. É mais fácil obter seu auto prazer, do que buscar resolver sua disfunção sexual ou problema conjugal.

Outra dificuldade que a masturbação pode apresentar, está nos pensamentos. Quando alguém a pratica, normalmente vem à sua mente cenas sensuais ou pensamentos impuros. Jesus nos exorta: “Qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração” (Mt 5:28). Ou seja, podemos pecar só de pensar. Será que dá para masturbar-se com pensamentos puros?

Você tem dificuldades com a masturbação? Comece um processo em parceria com Deus, para dominar esta prática. Caso esteja difícil, procure um conselheiro de sua confiança para compartilhar suas ansiedades. Assim, poderá ter um relacionamento mais íntimo com o Senhor e uma vida sexual mais saudável.

Artigo: Psi. Magali Leoto

Você gostaria de nos levar à sua Igreja?

Informações: Envie um e-mail para smleoto@uol.com.br, ou ligue para nós!

Fones: (11) 3288-2964 e 99957-0451

 

Share Button

Deixe seu Comentário

Comentários

Comentários