Chorando Pelos Que Caíram Mas Partindo Para o Resgate

17 de março de 2015

resgateTiago 5: 19-20 – “Meus irmãos, se algum de vocês se desviar da verdade e alguém o trouxer de volta, lembrem-se disso: Quem converte um pecador do erro do seu caminho, salvará a vida dessa pessoa e fará que muitíssimos pecados sejam perdoados”; Romanos 12:15 “Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram”.

Muitos de nós, com certeza, temos histórias para contar, sobre amigos que “corriam bem” a jornada da vida cristã e de uma hora para outra, afastam-se de Deus, da família, da igreja, dos irmãos.  “Jogam para o alto” suas antigas convicções, passam como na parábola, a viver o papel de “filho pródigo” e desaparecem por alguns tempos.

Quando voltamos a ter notícias sobre estas pessoas, quase sempre são desalentadoras e passamos a chorar e orar por estes queridos. “É o que podemos fazer no momento”, dizemos. Apegamo-nos a versículos (verdadeiros e sábios), que afirmam: “(…) Pois o que o homem semear, isso também colherá. Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna” (Gl 6:7-8). Mas será que poderíamos fazer MAIS ALGUMA COISA? Haveria algo de concreto que poderíamos tentar, logo após as necessárias etapas de CHORAR e ORAR?

Encontramos, durante nossas viagens, uma comunidade que fez alguma coisa e que pode nos servir como um BOM EXEMPLO: a 2ª. Igreja Batista da Pavuna, um bairro da cidade do Rio de Janeiro. Certo dia na reunião da Juventude, eles começaram a lembrar dos jovens que haviam crescido na Igreja, mas que haviam se afastado. Após muitos nomes lembrados, sabiam o paradeiro de alguns (envolvimento com drogas, sexo, prostituição etc.) e de outros, nem tinham mais notícias.

Choraram pelo fato e resolveram fazer alguma coisa – não podiam continuar vendo o diabo ceifando tantas vidas e por tanto tempo. Oraram pedindo a orientação de Deus. Montaram uma campanha (e envolveram toda a igreja) com o nome: “O resgate do soldado X”.

Aproveitando a ideia de um filme com o ator Tom Hanks (O resgate do soldado Ryan), em que um pelotão do exército tem a missão de salvar um soldado chamado Ryan. Quase todos os soldados morrem, para que Ryan voltasse vivo. O personagem interpretado por Hanks diz: “Viva uma vida que valha a pena tanto sacrifício feito por você”.

A campanha na igreja envolveu um DVD, mostrando momentos dos jovens desviados, quando ainda estavam na comunidade (em acampamentos, eventos) e fotos recentes, de como estavam agora – longe de Deus. Um mover de Deus fez a Igreja chorar por seus jovens e querer se envolver. Cartazes e folhetos circularam, motivando toda a igreja a orar e agir. Grupos de localização dos soldados “X” se formaram, outros entraram em contato, outros montaram estratégias de visitas. Resultado: ao final de algumas semanas, quase 20 soldados “X”, haviam retornado às fileiras do exército de Cristo.

Deus nos deu o privilégio de sermos usados para a volta de mais um soldado “X”. No final de semana em que lá realizamos um “Encontro da Família”, na última das nove palestras que fizemos, após o apelo final, entre as pessoas que decidiram pedir que o Senhor comandasse suas vidas, lá estava mais um soldado “X”.

Você tem amigos e irmãos que se afastaram do Senhor? (Como diz um hino tradicional: “quantos que corriam bem e tão longe hoje estão”). Deus comoveu seu coração? CHORE, mas também ORE, pedindo a Deus orientações sobre a melhor forma de AGIR!

Você gostaria de nos levar à sua Igreja?
Informações Clique Aqui ou ligue para nós!
Fones: (11) 3288-2964 e 99957-0451

 

Share Button

Deixe seu Comentário

Comentários

Comentários