Conversando sobre “ANJOS”

6 de dezembro de 2019
Anjos1.red1. ANJOS: UM ASSUNTO MUITO COMENTADO

Hoje em dia, o interesse pelo assunto “Anjos” tem aumentado enormemente. Ligamos a TV e vemos alguém falando sobre eles; vemos revistas, blogs e sites falando de “Anjos”; quando entramos nas livrarias ficamos assustados, pois são centenas de publicações falando sobre os “seres angelicais”, vendendo milhões de cópias cada uma delas; nos Shoppings, lojas e até em Supermercados, são vendidas esculturas e gravuras com a aparência de “Anjos”, sejam elas pequenas, médias ou grandes, isso sem contar as bijuterias com o mesmo tema! Como você pode ver, o assunto “Anjos”, tem se tornado um grande negócio ultimamente!

2. SERÃO UMA INVENÇÃO HUMANA?

Não, eles não são uma invenção humana! E para que você não se confunda, com “tanta gente falando sobre Anjos”, vamos estudar na fonte certa para acabar com suas dúvidas: a Palavra de Deus. Veremos o que a Bíblia diz sobre eles, logo a seguir.

Mas existem pessoas que não acreditam nos Anjos. Talvez tenhamos amigos que pensam assim. Aliás, alguns deles descreem de qualquer coisa que não possa ser cientificamente explicado. São pessoas que têm muitas dificuldades, até mesmo de crer em Deus. A crítica que estas pessoas fazem a quem crê, é a de que “Anjos são uma ‘desculpa’ para quem não sabe resolver seus problemas e assim, inventa uma ‘falsa esperança’ de ajuda, que são os ‘anjos’. Acham que na hora das dificuldades, os anjos vão aparecer como super-heróis para solucionar tudo. Isto é fugir da realidade!”. Concordemos ou não, é assim que eles pensam.

3. SERÃO APENAS UM MITO OU UMA LENDA?

Os Anjos não podem ser considerados como “Mito ou Lenda”, porque se fossem seres mitológicos, fariam parte da crendice popular apenas de um ou outro povo. Por exemplo: “Saci Pererê”, o ser mágico que pula em uma perna só, é um mito cultural que faz parte do folclore brasileiro e não de outras nações, que nem sabem de quem se trata. No entanto, a crença em anjos é espalhada por nações das mais diferentes, por toda a face da Terra. E estes povos (com culturas diferentes), creem que Anjos são enviados de Deus.

Desde o início da história humana, temos o registro em muitas culturas, sobre a existência de anjos. Claro que cada povo os apresenta de uma forma diferente. Por exemplo, para os gregos, os anjos são responsáveis por muitas coisas, dentre as quais, a responsabilidade de “conduzir as almas para o mundo dos mortos”, conforme os escritos de Homero. Não vamos, entretanto, nos fixar no que é contado em cada uma das culturas da humanidade. O que vamos aprender aqui, tem sua base na maior autoridade para falar sobre “Anjos”, que é a Bíblia Sagrada.

4. OS ANJOS, JUNTO A GNOMOS, DUENDES E FADAS

Ultimamente, algumas pessoas que creem na existência de gnomos, duendes, fadas, elfos, bruxas etc, têm também manifestado a crença nos Anjos. São pessoas que não seguem a Palavra de Deus, mas sim os ensinamentos errados de crenças “mágicas e esotéricas”.

Defendem estas doutrinas biblicamente erradas, pois acham que elas são a base para uma nova religião mundial: a Nova Era. São aqueles que acreditam no poder das pirâmides, dos cristais, na existência de “deuses da floresta”, na ação mágica de poções e de alguns florais, plantas mágicas, entre outras coisas.

Alguns destes “esotéricos” (termo usado para os que creem em doutrinas mágicas e ocultas), dizem que os anjos são “entidades espirituais elevadas ou seres de luz”. Outros acreditam que eles são “partículas de Deus ou seres divinos” e alguns passam a adorá-los. Existem os que “marcam hora para conversar com o seu anjo da guarda” e também aqueles que mandam você fazer “talismãs angelicais”, para que você possa ter uma proteção mais completa. Tudo isso, quando olhamos sob o ponto de vista bíblico, é um grande absurdo! Nenhuma destas ideias é aprovada pelo Deus Criador dos céus e da terra!

5. HÁ DESCRENÇA ATÉ NA IGREJA?

Nossa sociedade está cada vez mais confusa: enquanto você tem pessoas que acreditam em “fadas e duendes”, você encontra TAMBÉM aqueles que têm se tornado cada vez mais racionalistas, isto é, pessoas que acreditam somente no que pode ser lógico, racional e cientificamente comprovado. Isso tem trazido consequências até mesmo para a Igreja de Cristo, onde muitas pessoas colocam sérias dúvidas em tudo que se apresente como “sobrenatural”, esquecendo-se que inúmeras vezes, nosso Deus agiu sobrenaturalmente, na Bíblia.

Encontramos várias referências, através de todas as Escrituras, tanto à Anjos como à Demônios. Assim sendo, aos que creem que a Bíblia é a Palavra de Deus, não há o que questionar sobre a sua existência. Há sim, muito o que aprender com o seu estudo.

6. O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE OS ANJOS?

A Bíblia não deixa dúvidas, com relação à existência dos Anjos e na sequência de estudos analisaremos isto detalhadamente. O Senhor os fez e eles O servem. A criação de Deus, vai muito além do que aquilo que conseguimos enxergar. O apóstolo Paulo, em Cl 1:16, nos diz que em Cristo, “foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis…”.

Dentre as coisas invisíveis, estão certamente os Santos Anjos de Deus e também os Demônios. Estudaremos futuramente, que em toda a história bíblica houve somente uma rebelião entre os Anjos, onde foram expulsos da presença de Deus, Satanás e um terço dos Anjos do céu. Aqueles que foram expulsos, são chamados de “DEMÔNIOS” e agora fazem parte do exército do Reino das Trevas.

Efésios 6:12, revela uma luta sendo travada entre os servos do Reino de Deus e os agentes do Reino das Trevas, que não são de “carne e sangue”, mas são forças espirituais da malignidade. Desta forma, apesar da descrença e do desinteresse de alguns crentes, a Batalha Espiritual existe realmente e envolve, além de homens, os Anjos e os Demônios.

7. AFINAL, QUEM SÃO OS ANJOS?

A palavra ANJO, tanto no hebraico (MALAKH), quanto no grego (ANGELOS), é traduzida etimológica e conceitualmente como MENSAGEIRO. Sem erro, podemos dizer que os Santos Anjos são “mensageiros de Deus”, para a execução de Sua vontade.

Nem sempre eles foram chamados explicitamente de “ANJOS”, nos vários livros da Bíblia, mas também de “SANTOS”, “PODEROSOS”, “HERÓIS”, “VIGILANTES”, “FILHOS DE DEUS”, “SERES CELESTIAIS”, “ESTRELAS” etc.

Base bíblica para a existência dos anjos, é o que não falta. Há por volta de 300 passagens bíblicas envolvendo os seres angelicais. Boa parte dos livros da Bíblia têm versos que falam sobre “Anjos”, você pode conferir : Gn 16:7-11; Ex 3:2; Nm 22:22-35; Jz 2:1,4; 1Sm 29:9; 2Sm 24:16,17; 1Re 19:5-7; 2Re 1:3,15; 1Cr 21:12,15; 2Cr 32:21; Jó 4:18; Sl 34:7; Ec 5:6; Is 37:36; Dn 3:28; Os 12:4; Zc 1:9,11; Mt 1:20,24; Mc 1:2; Lc 1:11,13; Jo 5:4; At 5:19; Rm 8:38; 1Co 4:9; 2Co 11:14; Gl 1:8; Cl 2:18; 2Ts 1:7; Hb 1:4; 1Pe 1:12; 2Pe 2:4; Jd 6; Ap 5:11, entre tantas outras.

CONCLUINDO:

Somos pessoas que creem em Cristo e na Bíblia Sagrada, como a  Palavra de Deus. Assim sendo, não podemos aceitar que os anjos sejam “invenção humana, lenda ou mito”. E muito menos usá-los como talismã da sorte e reverenciá-los como seres especiais, que  precisam da nossa devoção. A Bíblia nos ensina que os anjos, como nós, são criaturas de Deus, que  vivem para glorificá-lO e serví-lO. Cabe a nós, estudar sobre este assunto, para que conheçamos o poder de Deus e o Seu amor para conosco. Afinal, dentre as atividades angelicais, o Senhor destacou algumas que são para o benefício do Seu povo como: proteção e cuidado para conosco. “O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livraSalmo 34:7.

Autor: Pr. Sergio Leoto

Você gostaria de levar Pr. Sergio e Psi. Magali Leoto à sua Igreja? Agende um trabalho para este ano! Informações: smleoto@uol.com.br e (11) 99957-0451 whatsapp.

Share Button

Deixe seu Comentário

Comentários

Comentários